fbpx

Projeto Simplificado no Revit

Aprenda a realizar um projeto simplificado, e aproveite o tempo que você possui para aumentar a quantidade de entregas que é possível realizar, não fique apenas na parte de maquete eletrônica

Do que adiantar investir num curso de 50 horas, se ainda é preciso finalizar a prancha em outros softwares como Sketchup ou AutoCad?

O que vamos ver aqui é um Projeto técnico simplificado, com a representação 2D mais simples que é possível de realizar num software BIM.

Plantas, cortes, elevações, notas e carimbo – Vistas idênticas a um projeto completo – porém com informações básicas apenas para ser possível verificar as áreas do local.

Antes de você saber como fazer um projeto simplificado, é importante que tenha certeza que a prefeitura da sua cidade, aceite ele e não o completo.

Tendo esta certeza, vamos deixar claro quais são seus objetivos: Conferir as áreas e saber se elas estão de acordo com a legislação do local – Ponto final.

Não tente inventar moda para chamar a atenção na prancha, a única coisa que irá ganhar, será um comunica que está errado rsrs

E na sua cidade, qual tipo de projeto eles pedem?

À primeira vista colocada na prancha é a Planta Baixa, e vamos analisar quais são os elementos básicos quando estamos realizando um projeto simplificado.

Como não é preciso mostrar a parte interna, o primeiro elemento são as hachuras de acordo com a legislação, pois cada área tem o seu estilo, caso seja para construir, regularizar, demolir e assim por diante.

Tomando cuidado também com o uso da edificação, pois há diferença caso seja comercial ou industrial.

Segundo elemento importante é as cotas, que são colocadas para o analista verificar se às áreas das tabelas estão de acordo com o projeto.

E outras cotas para determinar os recuos obrigatórios e reais, sendo frontal, lateral e dos fundos.

Por último, é adicionado alguns textos descrevendo o que é cada área hachura, lote dos vizinhos e calçada.

É uma prancha bem rápida de ser realizada, numa etapa de projeto tão importante, já que sem ela, não aprovamos na prefeitura o projeto e construção.

Entendo a teoria, agora é temos que ir para a pratica.

Segue link do vídeo.  https://youtu.be/jkEnCklcHD8

O princípio para a representação do corte é exatamente o mesmo que das plantas, no simplificado não há a necessidade de colocar muitos detalhes.

Hachuras para esconder as paredes internas dos ambientes, mostrando as paredes externas e em alguns casos nem isso é preciso, podendo representar apenas por hachuras.

Cotas para determinar as alturas principais, como dos muros laterais, pé direito e altura total da edificação.

Replique esse processo para a fachada principal, que a única diferença é que ela não corta nada, mostrando a elevação da face que vai para a rua

Para você descobrir uma técnica secreta de como criar uma tabela personalizada no Revit, na qual é possível aprovar uma prancha técnica.

Resumindo as informações básicas para um projeto simplificado:

Modelagem LOD 200, com elementos genéricos, sem a necessidade de hachuras.

Escala em 1:100 e caso seja muito grande o projeto 1:200, raramente é necessário um detalhe em 1:50 ou 1:25

Tabelas básicas apenas representando os ambientes, e uma tabela de áreas no carimbo exatamente como é exigido na prefeitura.

Quer saber mais informações da prancha simplificado final? Acesse o link abaixo e entre em contato para ter essa prancha em pdf grátis.

Segue link do vídeo.  https://youtu.be/jkEnCklcHD8

Até mais modelador

Abraço, Rafael Zaccari

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.