Olá aqui é o Rafael Zaccari, e neste artigo eu vou te explicar como finalmente começar a entender na prática o funcionamento do BIM.

Não estou falando de aprender a utilizar softwares como Revit ou Navisworks, e sim, começar a entender como na prática você vai organizar seu local de trabalho para aplicar modelagem, integração e colaboração.

É fundamental que saibamos que o BIM não é um software, e sim um conceito, logo para podermos aplicar da maneira correta, precisamos saber os três pilares que sustentam.

Mas por que raios é tão importante entender esses três pilares para a gente conseguir aplicar verdadeiramente o Bim.

Pois conhecendo esses três conceitos a gente faz uma estruturação da metodologia e consegue aplicar de forma completa e colaborativas tudo que é necessário.

Sem um desses três pilares é impossível falar que aplicamos o completamente a metodologia em nosso projeto e sim apenas alguma parte dele com por exemplo um projeto 3D


O primeiro pilar é algo que estamos mais próximos da realidade da maioria das pessoas pois é o pilar da tecnologia

Aqui é necessário realizar uma pesquisa para saber quais são os tipos de softwares que precisamos ter e não apenas softwares de modelagem mas também softwares de controle de qualidade e qualquer outros para melhor análise dos nossos projetos.

Além de trabalhar com arquivos e IFC para não ficarmos dependendo completamente de apenas um software

Continuando na parte de tecnologia temos o hardware e as redes

No hardware a gente tem que entender qual o melhor computador para a gente modelar todo nosso projeto, não adianta queremos fazer um projeto comercial de 15 andares, no mesmo computador que aguenta no máximo um projeto residencial unifamiliar.

Post Relacionado:   Descubra Quais Perspectivas para a Construção Civil em 2019

Esta mudança de informação necessita de um poder computacional muito superior.

Agora a parte de rede eu vou deixar o link aqui embaixo do vídeo que eu falei sobre isso no YouTube, pois eu falo muito especificamente desta parte de rede

O segundo pilar é a parte de processos ele se confunde um pouco com a parte de políticas (nosso terceiro pilar) mas se definido muito bem nós conseguimos entender o que é cada um.

Os processos se entendem como o sistema de gestão em cada parte e cada etapa do projeto, então precisamos ter um sistema de gestão de pessoas, de projetos e de equipamentos.

Como o controle de qualidade de cada etapa, um controle realizado a todo momento algo contínuo.

Aqui também nós vamos mapear todas as ferramentas necessárias para aplicar o conceito BIM utilizando templates  corretas utilizando famílias específicas e técnicas criadas, customizar elementos específicos para melhorar o seu escritório.

E por último temos o Pilar das políticas onde vamos entender alguns documentos como plano de execução BIM, manual de boas práticas, sendo que nesse manual nós falamos cada linha utilizada e cada nomenclatura utilizada nos projetos, tudo para manter a organização de todo processo.

Então são documentos que criam uma proposta diferente não podemos simplesmente mudar de software e falar que aplicamos o BIM

Além disso nós precisamos entender como vender o BIM e dar valor ao cliente com treinamentos e capacitações tudo isso dentro do pilar de política.

E aqui eu te mostrei um pouco do mapeamento que a gente do Revit template realiza dentro dos nossos pacotes de de arquitetura elite

Não é apenas a introdução do Revit é gerar resultados singulares nos projetos de cada pessoa em específico

Post Relacionado:   Tecnologia plug and play : é possível utilizá-las em arranha céus?

Muito obrigado por ler até aqui tenho certeza que hoje você deu mais um passo para aplicar o Bim verdadeiramente em sua obra

Abraço Rafael Zaccari

Comentários

Comentários