Revit, a arte da guerra - Revit Template

Você já pensou em aprender o Revit com uma abordagem muito mais antiga do que a própria existência da tecnologia? Basicamente é possível encarar o aprendizado deste recurso como uma estratégia de guerra. É claro que existem várias formas, recursos e métodos, mas é possível sim pensar em um formato que seja claro para a maioria. E para isso pensei em dividir o método em três grandes etapas: Espionagem, Estruturação e Ataque.

O primeiro passo é a Espionagem, onde o objetivo é se infiltrar na base alheia (no nosso caso, ‘o Império Revitiano’), observando e agindo conforme os padrões do local. Na linguagem do software, esta etapa seria a de utilizar modelos prontos, conhecer a dinâmica de utilização de cada ferramenta, e praticar todos os exercícios com o foco em uma utilização plena, ou seja, como se esta já fosse a sua ferramenta definitiva.

A segunda etapa, a Estruturação, consiste em compilar as experiências, listar e organizar todas as informações obtidas na espionagem e utilizá-las para criar o seu próprio arsenal. No Revit, seria a etapa de começar a criar ou coletar os seus recursos (famílias, templates, parâmetros e workflows), definir quais padrões devem ser seguidos e quais deles você pode aprimorar.

E por fim, o Ataque. Bom, você já conhece aquela velha história de que “Uma guerra não é feita somente de uma batalha” não é? Pois bem, então podemos trazer ao nosso tema e dizer que “Um escritório não é feito somente por um projeto”. E isso quer dizer que não basta você conhecer os padrões e criar o seu arsenal, é preciso reformular toda a sua metodologia de concepção do projeto, e criar processos que permitam uma boa organização das atividades, recursos e arquivos, de modo que você consiga usufruir plenamente dos recursos mais produtivos.

E é isso, a partir de agora, pense nessa abordagem. Se você é novo no Revit, tente organizar o seu aprendizado nesse formato e veja como ele funciona para você. Se você já utiliza a ferramenta, conte aqui de que forma você aprendeu e o que acha que poderia ter sido melhorado. E se você é mais um entusiasta do BIM e da disseminação de seu aprendizado, conte aqui, que outros métodos de ensino você acha que funcionariam bem nesta área? Fiquem ligados, que nos meus próximos artigos vou descrever com mais detalhes cada uma destas três grandes etapas. Até mais!

Comentários

Comentários

Rodrigo Akira Urano
Graduando em Engenharia Civil pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Foi Assessor de Marketing, Coordenador de Eventos e Diretor Presidente da EMPEC – Empresa Júnior de Engenharia Civil e Arquitetura & Urbanismo da UEM entre março de 2013 e dezembro de 2014. Foi estagiário na BRAVO Engenharia e Arquitetura de outubro de 2014 a março de 2016, na área de projetos complementares, monitoria e coordenação de cursos e treinamentos. Atualmente, é sócio proprietário da A&B Arquitetura, onde desenvolve o trabalho de Consultoria Empresarial de Revit, e também é Instrutor de Revit na Zoom Cursos de Capacitação, além de ser aluno do curso Master BIM Manager, da Zigurat, em Portugal.

e-mail | r.akiraurano@gmail.com
Facebook | https://www.facebook.com/rodrigourano
Site | http://www.aebarquitetura.com.br/CONSULTORIA/
Whatsapp | +55 44 9-9116-2577